Evento no CNPq oficializa programa voltado às mulheres na ciência

Com o objetivo de proporcionar conhecimento sobre as profissões ligadas à ciência para inserção de um número maior de mulheres no setor, foi aberto oficialmente em 4 de março, na sede do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), o Programa Science Camp – Elas na Ciência, criado pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil. Além do CNPq, a iniciativa será desenvolvida em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. As estudantes farão uma imersão no mundo do conhecimento cientifico com atividades práticas nas áreas de ciência, tecnologia e inovação. Todas as atividades serão monitoradas e terão interações com pesquisadores renomados e mulheres líderes do
setor privado.

O evento que inaugurou o programa foi direcionado a 90 estudantes do ensino médio, selecionadas em diversos estados brasileiros, e contará com atividades durante toda a semana em Brasília (DF) e Manaus (AM). Na abertura, o diretor de Cooperação Institucional do CNPq, Manoel Barral, destacou que as áreas da ciência onde as mulheres são maioria ou igualam o número de homens são biologia e agrária. “Com esse programa, queremos que as mulheres conheçam a beleza e as oportunidades existentes nas profissões ligadas à ciência”, disse. Ele lembrou ainda que há uma carência de mulheres nas posições de comando, tema que o programa também pretende discutir. “É necessário incluir mais mulheres, porque o Brasil precisa ter uma participação mais equilibrada para o seu desenvolvimento”, disse.

A Secretária de Articulação Institucional e Ações Temáticas, da Secretaria de Política para Mulheres do Governo Federal, Vera Lucia Lemos Soares, lembrou sobre o programa Mulheres na Ciência, coordenado por sua pasta, e ressaltou a importância dessa nova iniciativa para as participantes. “Uma semana no instituto de pesquisa é muito bem-vinda para jovens mulheres abrirem janelas de oportunidades em outras áreas ligadas à ciência e tecnologia.”

Palestras – Durante o evento em Brasília, as estudantes assistiram a três palestras, duas delas sobre mulheres em cargos de liderança, e uma sobre a mulher no mundo da ciência, além de quatro apresentações, “Programa Ciência sem Fronteiras e outras oportunidades”, “Mídias sociais: Como melhor cobrir/divulgar a sua participação no programa”, “EducationUSA: Oportunidades nos Estados Unidos” e Science Camp – Elas na Ciência”.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do CNPq