Acesso à internet cresce em todo o Brasil

Em 2012, 40% dos domicílios brasileiros tinham acesso à internet. Em 2011, o número era de 36%, de acordo com o Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic.br), que divulgou a oitava edição da pesquisa TIC Domicílios. O número de brasileiros de 10 anos ou mais que são usuários de internet (49%) superou aqueles que nunca utilizaram (45%).

Entretanto, ainda é muito grande a diferença na proporção de domicílios com acesso à internet entre as áreas urbana (44%) e rural (10%). A pesquisa mostra que o acesso à internet em lan houses caiu oito pontos percentuais e chegou a 19% em 2012. Porém, entre as classes D e E, esse continua sendo o local de acesso mais citado na pesquisa. O domicílio continua crescendo como o principal local de conexão à internet.

Outro destaque fica por conta do aumento da proporção de domicílios com acesso à internet na região Nordeste, que em 2012 atingiu 27%. A região Sudeste permanece com a proporção mais alta de acessos (48%), seguida pela região Sul (47%), Centro-Oeste (39%), Nordeste (27%) e Norte (21%).

O aumento da presença de tecnologias móveis nos domicílios brasileiros apresentou crescimento em 2012 e reforça a tendência à mobilidade. A proporção de usuários de telefone celular que acessam a internet pelo dispositivo cresceu em 2012, alcançando 24%. Em 2011, esse tipo de uso era menos comum (18%). Entre os domicílios que têm computador, a metade tem um modelo portátil.

A frequência do uso de computador e internet está entre os principais dados da TIC Domicílios 2012. O Cetic.br também apurou a velocidade e as questões de infraestrutura da rede em seus indicadores. A frequência diária de uso tem crescido significativamente. Em 2008 era de 53% e em 2012 é de 69%. A faixa de maior velocidade da conexão domiciliar cresceu entre 2008 e 2012 de 6% para 32%.

Fonte: Site Inovação Tecnológica/Agência Fapesp